A biografia de Friedrich Ulrich Ludwig Schröder

220px-FriedrichLudwigSchroederQual era o contexto da Alemanha e da Europa no Século XVIII? Quais os padrões de conduta influenciaram as pessoas na época? E como a Maçonaria se comportou perante as mudanças políticas e sociais? Estas questões estão implícitas diante da biografia do criador do Rito, Friedrich Ulrich Ludwig Schröder. Nascido em 02 de Novembro de 1744 em Schwerin, na Alemanha, Schröder dedicou-se por um bom período às atividades culturais, sendo ator e autor de peças teatrais e empresário na área.

Antes de relatar a biografia de Schröder, vejamos o contexto político, social e econômico da Europa – em especial na Alemanha do Século XVIII. Organizada sob um império (o Sacro Império Romano-Germânico) de 962 a 1806, o país atravessou por constantes disputas políticas e religiosas. Políticas, após a colisão do poder imperial em 1250, quando o Estado rompeu com a igreja católica e, ao mesmo tempo, religiosas, após a divulgação das 95 teses de Martinho Lutero em 1517. O Império alemão só veio a ser dissolvido após as guerras napoleônicas, isto é, ocorridas após a revolução francesa de 1789.

Os tempos na Europa eram de mudanças econômicas e políticas. As primeiras, pautadas sob a égide da Revolução Industrial, incluindo no dia-a-dia das pessoas o motor a vapor, a máquina de tear, a produção em série, enfim, profundas transformações industriais que ocorrem a priori na Inglaterra e depois se expandiram pelo mundo. Já as mudanças políticas giram em torno da Revolução Francesa, com as idéias de Liberdade, Igualdade e Fraternidade, pilares que sustentam até hoje a filosofia maçônica.

Neste contexto é que Schröder viveu, em contato direto com os impactos da Revolução Industrial e da Revolução Francesa – além é claro das rupturas igreja / Estado e igreja católica / Estado, capitaneadas pelo protestantismo de Lutero. Filho de pais separados, Schröder iniciou a carreira de ator ainda criança, no grupo teatral de seu padrasto, Konrad Ernest Ackermann. Com vinte anos de idade, conheceu Konrad Ekhof, seu mestre inspirador e, já aos 27 anos, era Diretor do Teatro de Hamburgo – após a morte de Ackermann.

Durante este período à frente do teatro com sua mãe, Schröder foi considerado o “maior ator da Alemanha”, pois encenou diversas obras de William Shakespeare e outros autores ingleses e alemães, evidenciando assim seu excelente domínio de expressão corporal e vocal.

Estudioso da história da Maçonaria, ritos e rituais, foi iniciado aos 30 anos de idade na Loja Maçônica “Emanuel Zur Mainblumen”, que labutava no Rito da Estrita Observância, em 08 de Setembro de 1774. Schröder recebeu a luz sem sequer ser escrutinado, pois gozava de excelente condição moral perante a sociedade.Ainda no grau de Aprendiz, fundou a loja “Elise Zum Warmen Herzen” (Eliza ao coração ardente), que durou apenas três anos. Um ano após a sua iniciação, em 1775, recebeu o Grau de Mestre Maçom e, em 28 de Junho de 1777, foi eleito Venerável Mestre.

Mas, o que fez com que Schröder criasse seu próprio rito? Desde 1764, a Maçonaria Alemã passava por dificuldades e, neste período, os rituais ingleses (até então de caráter simples e organizado), sofreram influências da Maçonaria Francesa, adquirindo costumes vindos do rosacrucianismo, alquimia, misticismo e iluminismo. Em face destas mudanças e, pela própria história de vida de simplicidade de Schröder, este não aceitava as constantes mudanças e alta carga de ritualística nos trabalhos maçônicos. Estes episódios marcam o início do Rito Schröder, em 1790.

Em 29 de Junho de 1801, Schröder submeteu o ritual para a apreciação dos mestres de Hamburgo, sendo aprovado por unanimidade. Para a elaboração do ritual, inspirou-se no Rito de York e no pressuposto de que a Maçonaria é uma união de virtudes e não uma entidade de caráter esotérico. Àqueles que já tiveram a oportunidade de conhecer o rito, este é o pensamento presente, ou seja, um ritual simples, de caráter humanista, voltado para a excelência do trabalho maçônico, sobretudo.

Após um período como Grão-Mestre Adjunto da Grande Loja Provincial da Baixa-Saxônica, em 1814, foi eleito Grão-Mestre, mas permaneceu por pouco tempo na função, já que faleceu em 3 de Setembro de 1816. Homem além de seu tempo, Schröder deixou um legado para a humanidade e para a Maçonaria como um todo, pois reformulou a instituição, fazendo com que esta não perdesse seus antigos princípios e propósitos, bem como seu espírito: moldar o homem enquanto cidadão.

Bibliografia – sites consultados.

http://www.buscaerea.com.br/schroder/pages/historia.asp
http://cidadedevilavelha89.org/conteudo.aspx?id=101
http://conhecendomaconaria.blogspot.com/2009/12/rito-de-schroeder.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Rito_Schr%C3%B6der

Autor: Ir.’. Tiago Valenciano

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s